Programa de Serviços para Atualização e Aperfeiçoamento

Para a retomada gradual de nossas atividades empresariais de alimentação, hospedagem, turismo e eventos, é necessário PLANEJAR detalhadamente o novo funcionamento de nossas organizações, diante dos aspectos atuais e futuros da saúde pública no Brasil e no Mundo. Nesse sentido, higiene e segurança alimentar são vitais para a plena operação e excelência de gestão de nossos empreendimentos. O tema torna-se elemento importantíssimo para a melhoria das vendas, serviços, marketing e lucratividade de nosso segmento.

  • Como desenvolver um belo programa de marketing e vendas, sem ter em conta a qualidade total de higiene das instalações, equipamentos e materiais de nossa empresa?
  • Por outro lado, quais as medidas plenamente seguras para a prestação de serviços e atendimento ao cliente?

Todas estas e tantas outras questões, passam pelas novas necessidades de saúde pública aplicadas aos Meios de Hospedagem, Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares; além das demais empresas turísticas. A Vigilância Sanitária de cada município e em especial dos estados, com seus protocolos higiênico-sanitários deverão ser devidamente seguidos em prol da saúde e qualidade de vida de nossos clientes e colaboradores.

Por sua vez, nossas entidades patronais estarão permanentemente dando assistência aos órgãos públicos com sugestões técnicas de adequação dos espaços físicos, novos procedimentos de trabalho, tecnologias inovadoras; além de orientações aos clientes e fornecedores.

A higiene deve envolver, desde a compra até o atendimento final do cliente, do recebimento e estoque da mercadoria até a produção alimentar.

Planejar adequadamente os recursos humanos, econômico-financeiros, físico-materiais, tecnológicos e operacionais, é o ponto chave para uma retomada empresarial segura, responsável, qualitativa e vantajosa para empresários e investidores; funcionários; terceirizados e fornecedores, como também para a comunidade em geral.

Entende-se também, que o treinamento e o controle higiênico, de uma atividade eventual e pouco frequente faça parte definitiva do orçamento mensal das empresas, destinando-se atenção especial para a higiene pessoal, ambiental e de manipulação, dos profissionais de cozinha, salão, almoxarifado, gerência, administração e outros departamentos de serviços.

Percebe-se também que a atividade de compras, torna-se ainda mais estratégica na busca constante de soluções inteligentes de custo, qualidade, eficiência, produtividade e sobretudo, o respeito pela saúde do cliente.

Momento de retomar, analisando-se todos os itens de organização de fluxos de pessoas, mercadorias, lixo e produtos acabados. Retomar com planejamento redobrado para diferenciar-se da concorrência e atender as novas exigências do mercado corporativo nacional e internacional.

Finalmente, compreende-se que o novo comportamento sanitário do nosso segmento no país, seus estados e municípios possibilitarão melhorias substanciais no desenvolvimento e crescimento do turismo receptivo, da hospitalidade gastronômica e do aperfeiçoamento contínuo das empresas de hospedagem e hotelaria, eventos e demais envolvidas.

Vamos retomar com muita qualidade e atenção aos detalhes! Afinal, é o que o novo consumidor deseja neste momento.

Aregala – Associação de Restauradores Gastronômicos das Américas e do Mundo
Cozinheiros Sem Fronteiras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Este site usa cookies para melhorar sua experiência na web.
Close