No Dia do Turismo, MP 963 chega em socorro do Setor

Governo Federal publicou nesta sexta, 08 de maio, a MP 963/2020 que dispõem sobre o crédito extraordinário que deverá ser aplicado no financiamento da infraestrutura turística nacional.

O setor, senão o mais atingido, é um dos mais prejudicados pela pandemia do COVID-19, Hotéis e Meios de Hospedagem; Restaurantes, Bares e Estabelecimentos de Alimentação; Agências e Operadoras de Turismo; Cias Aéreas, dentre toda a cadeia produtiva do setor, aguardavam pela medida, quando há pouco mais de duas semanas atrás, o Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio sinalizava com o crédito emergencial, através do fundo garantidor para as empresas do Turismo.

O crédito extraordinário de 5 bilhões, destinam-se a operações de crédito visando o financiamento da infraestrutura turística nacional, via FUNGETUR – Fundo Geral de Turismo.

O objetivo é garantir o fôlego das empresas do setor, a fim de se prepararem para a retomada pós pandemia. O crédito deverá atender aquelas empresas cadastradas no CADASTUR, cadastro único do MTur e poderá ser utilizado para capital de giro de micro, pequenas, médias e grandes empresas do setor, bem como garantir a manutenção de empregos.

Segundo Álvaro Antônio, “essa é a maior liberação de recursos da história para o Turismo, o que mostra o compromisso do governo federal, especialmente do presidente Jair Bolsonaro, com nosso setor”.

Wilson Luís Pinto, presidente do SindResbar – Sindicato de Restaurantes, Bares e Similares de São Paulo e presidente executivo da CNTur – Confederação Nacional do Turismo afirmou que, “esta era uma das maiores reivindicações das entidades do Turismo Nacional e dos empresários do setor”, reiterando que agora, “o momento é de muito trabalho para fazer com que o dinheiro chegue na conta das empresas”.

Dia do Turismo, 8 de maio, o anúncio da MP 963, chamada de “A Hora do Turismo”, vem trazer mais estímulo e motivação para um setor que luta constantemente para alcançar sua posição de destaque na balança comercial do país, na mesma proporção de suas riquezas naturais, hospitalidade, gastronomia, cultura e receptividade do povo brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Este site usa cookies para melhorar sua experiência na web.
Close