Decisão do STF sobre CNTur é o ponto alto de reunião da FHORESP

Na manhã de hoje (26), os presidentes dos sindicatos de hotéis, restaurantes, bares e similares do Estado de São Paulo se reuniram na sede da Fhoresp (Federação dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo) para debater assuntos diversos e relevantes para as categorias. O ponto alto do encontro foi a decisão do Supremo Tribunal Federal, no último dia 22 de agosto, que declara a CNTur (Confederação Nacional do Turismo) como única representante do turismo nacional em nível sindical patronal.

“A decisão do STF é uma conquista histórica para a CNTur e todas as entidades ligadas ao turismo, gastronomia e hotelaria. Não representamos apenas entidades filiadas e sim todo o turismo sindical patronal brasileiro”, disse o presidente da CNTur, Nelson de Abreu Pinto.

Outro assunto muito discutido entre os dirigentes da Fhoresp foi Lei da Gorjeta, que ainda gera muitas dúvidas. O SindResBar e o SindHotéis de São Paulo já formalizaram a questão por meio de uma Convenção Coletiva de Trabalho específica para gorjetas. Essa convenção – assinada pelos sindicatos patronal e de trabalhadores – servirá de base para que outras entidades implementam a lei da gorjeta nos estabelecimentos.

A realização do 30º CIHAT (nos dias 6 e 7 de novembro, no Palácio do Anhembi em São Paulo) e detalhes de sua programação também foram pauta do encontro. Esse ano, o tema central do congresso internacional será a inovação e modernidade nas áreas de hotéis, bares e restaurantes. A questão do B&B (Cama & Café), os aplicativos que trabalham essa nova modalidade de hospitalidade e a audiência pública realizada na câmara de vereadores na semana passada, em São Paulo, para regulamentar sua utilização na cidade – assim como já foi feito com o Uber – foi mais um tema debatido na reunião.

Entre uma discussão e outra, o diretor da Abav-SE (Associação Brasileira dos Agentes de Viagem de Sergipe), João Ávila, se pronunciou. Ele veio apenas fazer uma rápida visita ao presidente da CNTur.

“Em Sergipe, a Abav não tem representante na Câmara de Turismo (entidade ligada à CNC), porque consideramos a CNTur a verdadeira representante do turismo nacional. Hoje, aproveitando minha estadia na capital paulista, passei para dar um abraço no amigo Nelson de Abreu Pinto”, explicou Ávila.

Para finalizar a manhã de trabalho, os dirigentes dos sindicatos se reuniram para um almoço de comemoração dos 30 anos da Fhoresp.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar