BaresNotícias

Concurso define o melhor Rabo de Galo do Brasil

Rafael Welbert (esq.), Edson Maia e Douglas Peres

Com o objetivo de incluir o Rabo de Galo na carta de drinques da IBA (International Bar Association), o barman Mestre Derivan organizou o Concurso Nacional de Rabo de Galo, realizado em agosto. O vencedor da primeira edição foi o bartender Rafael Welbert, do Esquina Mocotó.

Além de cachaça e vermute (mistura base da bebida), Welbert acrescentou café e jabuticaba ao seu drinque. O segundo lugar ficou com o drinque Fumaça no Galo, do bartender do Riviera, Edson Maia. Douglas Peres, barman da Cachaça Princesa Isabel, levou o terceiro lugar, utilizando cacau e jequitibá em sua bebida.

Os drinques dos 28 participantes, de todo o Brasil, foram analisados pelo sabor, originalidade da proposta e domínio da técnica utilizada. Dezesseis jurados participaram da escolha dos 10 finalistas.

Além do concurso, os candidatos participaram de palestras e workshops Leandro Batista (sommelier de cachaça, à frente do bar do Mocotó), Milton Lima (fundados da Cúpula da Cachaça e responsável pela Cachaçaria Macaúva, que conta com um acervo de mais de 500 cachaças), Sérgio Cruz (sommelier e instrutor dos cursos de formação de Bartender, Vinhos e Destilados do Senac) e Kennedy Nascimento (prodígio da coquetelaria nacional (tem 22 anos), representou o Brasil na final mundial do Word Class, na África do Sul).

* Fotos: Cesar Adames

 

 

 

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar